Alunos expressam suas emoções através da pintura corporal

A partir do projeto “O Corpo como Suporte da Arte”, os alunos dos 8ºs anos do Ensino Fundamental II do Portinari utilizaram suas próprias peles como telas de pintura para expressar seus pensamentos e emoções. A pintura corporal da disciplina de Arte incentivou os jovens a compartilharem suas ideias por meio das cores e representações.

Para ampliar a discussão sobre essa técnica, também foi promovido um estudo sobre como a pintura corporal é aplicada nos costumes das comunidades indígenas do Brasil, resgatando o contexto histórico, social e cultural do nosso povo.

Além disso, um outro tópico abordado durante essa análise foi o uso de maquiagens – técnica antiga e que passou por diversas ressignificações ao longo das gerações. Para reforçar o tema “O Corpo como Suporte da Arte”, as turmas debateram como o corpo humano tem sido uma forma de expressão importante para a humanidade, com costumes relacionados à pintura corporal em diversas culturas ao redor do mundo.

Os alunos foram incentivados a mostrarem suas próprias criações através de seus corpos, expressando suas emoções e sentimentos com a arte. Entre os trabalhos desenvolvidos pelos 8ºs anos, muitos reforçaram as dificuldades enfrentadas durante a pandemia em 2020 e os sentimentos que ela causou, enquanto outros pensaram em uma série de problemas sociais, como a causa #BlackLivesMatter, destruição do meio ambiente e vícios tecnológicos.

Para mais informações sobre o Portinari, acesse o nosso blog.

Confira alguns dos trabalhos produzidos pelos alunos: